16°C 19°C
São Paulo, SP
Publicidade

Terminam hoje provas do Enem para encarcerados

Privados de liberdade participam do Enem na região

13/12/2023 às 16h28
Por: Elis Bohrer Fonte: Unidades Prisionais da Região Oeste - SAP
Compartilhe:
Terminam hoje provas do Enem para encarcerados. Foto: Unidades Prisionais da Região Oeste - SAP
Terminam hoje provas do Enem para encarcerados. Foto: Unidades Prisionais da Região Oeste - SAP

Serão encerradas nesta quarta-feira (13) as provas do Exame Nacionaldo Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) de 2023. Na região compreendida pela Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste (Croeste), mais de cinco mil detentos se inscreveram para participar da avaliação. Na terça-feira, foi o primeiro dia de prova para os encarcerados.

Continua após a publicidade

Em todo o Estado de São Paulo, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) registrou inscritos 21.721 presos, o que significa um aumento de quase 11% se comparado ao ano passado. O Enem PPL possibilita a entrada no ensino superior por meio de iniciativas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade Para Todos (Prouni) eFundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A avaliação de desempenho tem a mesma dificuldade da aplicada aos estudantes do ensino regular fora dos presídios. O exame foca nos reeducandos que concluíram o ensino médio e é composto por quatro provas, que juntas somam 180 questões, e uma redação em língua portuguesa. A realização é do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, além de auxiliar para a chegada à universidade, também colabora para análise da educação como um todo.

Além das aulas do ensino regular, ofertadas pelas escolas vinculadoras, a SAP em parceria com Instituto SEB promoveu um cursinho preparatório com aulas a distância a 1.142 participantes, entre pessoas privadas de liberdade e em medida de segurança, distribuídos em 33 unidades.

De acordo com o diretor do Grupo de Capacitação, Aperfeiçoamento e Empregabilidade da CRSC, Diego Ferracini Lacerda, a preparação para o Enem no sistema prisional objetiva criar as condições favoráveis para a participação no exame, ampliando as possibilidades de um bom desempenho.

“O ingresso no ensino superior contribui para mais oportunidades de inclusão e permanência no mercado de trabalho ocupando melhores vagas e com remuneração maior. As notas alcançadas nas provas podem ser utilizadas para acesso em instituições públicas ou privadas, abrindo novos horizontes para o desenvolvimento pessoal e comunitário”, explica.

Legenda 1- Reeducandas da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista durante prova do Enem PPL de 2023

Legenda 2 – No Centro de Ressocialização de Presidente Prudente, reeducandos também participaram da avaliação

Leia também: Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu - Opinião

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo, SP
19°
Tempo nublado

Mín. 16° Máx. 19°

19° Sensação
3.13km/h Vento
80% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h48 Nascer do sol
05h29 Pôr do sol
Qua 28° 15°
Qui 25° 17°
Sex 28° 16°
Sáb 21° 14°
Dom 13° 11°
Atualizado às 10h06
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,72%
Euro
R$ 5,81 +0,34%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,20%
Bitcoin
R$ 356,731,99 +3,74%
Ibovespa
122,417,01 pts -0.18%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias